Buscar
  • Daniel Braz

Conheça os golpes mais comuns aplicados no WhatsApp e saiba como se proteger.

Golpes envolvendo promessas de brindes e empréstimos com juros baixos são alguns dos mais aplicados pelos criminosos

Com a evolução das tecnologias, os golpes que utilizam redes sociais e aplicativos são alterados constantemente, tudo para adequar a abordagem aos usuários. Isso faz com que os golpes façam milhares de vítimas todos os meses.

Segundo um levantamento feito pelo dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da PSafe, mais de 473 mil brasileiros foram vítimas de golpes envolvendo o WhatsApp apenas em setembro. Isso faz com que, em média, 15 mil pessoas sejam vítimas por dia.


Clonagem de WhatsApp


Sendo um dos mais populares, a clonagem do mensageiro faz com que os criminosos assumam a conta de um indivíduo para que apliquem golpes nos contatos das vítimas.

O que os cibercriminosos fazem é o que os especialistas em segurança classificam como engenharia social, já que usam de manipulação psicológica para induzir alguém a compartilhar dados específicos, como informações pessoas, baixar aplicativos falsos ou abrir links que dão acesso ao aparelho.


A abordagem mais comum é quando os criminosos se passam por alguma empresa – na maioria das vezes endereço em que os usuários têm de cadastrar números de telefone para vender algum item - e, ao entrar em contato com a vítima, informam que houve algum erro no cadastro na plataforma. Com isso, eles pedem que seja informado um código enviado por SMS para validar a informação.



Fonte: Olhar Digital

1 visualização
  • Sem Título-1
  • Branco Facebook Ícone
  • Branco Twitter Ícone
  • Branca Ícone LinkedIn
  • Branca Ícone Instagram

Copyright © 2019 Mgsoft. All Rights Reserved.